O Cantinho da Di

"Não sinto o menor desejo de brincar num mundo em que todos fazem batota."
François Mauriac

quinta-feira, agosto 10, 2006

...

A vida dá tantas voltas... pensei, tinha a certeza que tinhas ficado no passado, fechado e guardado a sete chaves... no mesmo sitío tinha guardado as coisas boas que vivemos e partilhamos, porque as más quis esquecer... já tinha aprendido a viver sem ti... e agora? Nunca pensei que voltasses a fazer parte da minha vida... era uma decisão mais que tomada... tu fazias parte do passado, de um passado que me fez sorrir, mas do passado! Agora percebi que nunca deixaste de fazer parte de mim, que apenas aprendi a viver sem ti... isso assusta-me... tenho medo que voltes a partir e que desta vez eu não aguente... gosto de te ter ao meu lado, fazes-me sorrir, fazes-me sentir bem, mas tenho medo... não consigo controlar o medo... a vida dá tantas voltas... voltaste e não sei o que fazer, como agir, o que dizer... sinto-te perto, mas ao mesmo tempo longe...

segunda-feira, julho 03, 2006

Continuo à espera...

Desaparecida, escondida, perdida, ocupada acho que é assim que tenho estado... é difícil de explicar porque ainda nem eu percebi... acordo exausta, deito-me exausta... é só dor fisíca? Acho que não, melhor tenho a certeza que não... confesso que provavelmente é mais o cansaço psicológico do que o fisíco... deito-me tarde e levanto-me cedo e mesmo assim não tenho tempo para fazer tudo o que quero... a cabeça não pará... acredito que mesmo quando estou a dormir a cabeça continua a trabalhar, mais, ás vezes é a dormir que encontro as respostas que procuro... Estou a tentar encontrar o equilíbrio, a encontrar-me a mim... ando meia perdida... perdida, mas sei o que quero, só ainda não encontrei a melhor forma de o conseguir... parece um jogo... tudo está bem, e de repente tudo está mal... com a idade e as experiências, nem sempre positivas, aprendi a controlar os sentimentos, as emoções, o que não quer dizer que já não sofra, sofro é de maneira diferente...
E os dias passam,vão passando... e eu continuo sem perceber porquê... continuo à espera...

sábado, maio 27, 2006

Tou aki...

Só para dizer que estou bem... não tenho estado por aqui, mas sempre que posso visito os vossos cantinhos...

domingo, maio 07, 2006

Foi bom...




Como foi bom... as saudades eram tantas... foi um fim-semana de muitas emoções... abraços apertados, apertadinhos, trocas de olhares que disseram muito mais do que mil palavras, encontros e reencontros, sorrisos, gargalhadas e lágrimas... ouve tempo para tudo, champagne, shots de chupa, para tudo mesmo... E as MARGARIDAS, depois de muito tempo, voltaram a reunir-se, e desta vez para cantar os parabéns a uma delas :)Juntas cantaram e encantaram :)AiAiAiiiiiiiii :)
Foi bom rever-vos e reviver as nossas aventuras... Em breve voltaremos ao ataque, e o alvo será Lisboa :)
AiAiAiiiiiiiii :)

quinta-feira, abril 20, 2006

Em fase de reflexão...

Preciso organizar as ideias... preciso encontrar-me... preciso entender a mensagem dos outros... começo a acreditar que eu é que interpreto mal o que me dizem... estou farta, cansada... sejam sinceros e digam de uma vez e de forma clara o que querem e o que pensam...

quarta-feira, abril 12, 2006

Parabéns a ti :)

Hoje faz anos uma menina muito especial a quem eu devo muito... é uma menina linda, com um sorriso ainda mais lindo... uma pessoa cheia de força interior e com uma vivacidade enorme... a vida não lhe tem sorrido, pelo contrário tem-lhe pregado várias partidas, mas eu conheço-a e sei que ela vai ultrapassar tudo isso e vencer :) Recordo os momentos que com ela passei, as aventuras, as alegrias e tristezas, as tardes de domingo (precedidas de uma grande noitada hihihi)em Aveiro... guardo tudo com carinho e prometo que vamos partilhar muito mais, vamos partilhar para sempre...
PARABÉNS MIÚDA gosto muito de ti :)

terça-feira, abril 11, 2006

Rrrrrrrrrrrrr

Hoje o dia promete... se me virem fujam porque o dia mal começou e já estou capaz de matar alguém... Va essere una brutta giornata... RRRRrrrrrr

segunda-feira, abril 03, 2006

Quero gritar...

Quero gritar, gritar ao mundo... contar a todos as minhas alegrias, as minhas tristezas... Ultimamente são tantas as coisas a acontecerem em simultâneo... vou explodir... ando perdida nos pensamentos... Aproveito todos os minutos, segundos livres para colocar as ideias em ordem, para me acalmar, para me reencontrar, para arranjar respostas para as minhas ansiedades... Mas há dias mais que complicados, parece que todos se reunem para me dificultar a vida... E tu não tens ajudado, pelo contrário, tens tornado tudo mais difícil... porquê? Imaginei-te no passado, um passado sem retorno, mas não, voltaste a entrar na minha vida e sem pedir autorização, invadiste os meus sonhos, e deste a volta aos meus sentimentos... Porquê? E agora? Ajuda-me a perceber, deixa de lado os rodeios, abraça-me e diz que tudo vai correr bem...

quinta-feira, março 30, 2006

Eu sei...

Eu sei, não te conheço mas existes... Para mim existes, estás em toda a parte, a toda a hora, estás sempre comigo, fazes parte de mim... Tenho procurado encontrar-te, nos sonhos, na vida, todos os dias, todos os minutos, todos os segundos. Tudo me conduz a ti... Vejo-te a meu lado, vejo-te em todo o lado... Sinto-te aqui e agora...
Não precisas dizer nada, só o ter-te aqui faz-me sentir bem, sinto-me protegida, não me sinto sozinha...
Eu sei, não te conheço mas existes... E como é bom sentir-te a meu lado, sentir a tua mão a tocar na minha, teu olhar a cruzar com o meu... Procuro-te a cada minuto na imensidão da vida, em tudo o que me rodeia...
Eu sei, não te conheço mas existes...

quinta-feira, março 23, 2006

Como é bom...

Como é bom sentir que somos ouvidos... como é bom sentir que somos acarinhados... como é bom saber que não estamos sozinhos... como é bom saber que temos com quem partilhar os momentos bons e aqueles menos bons... como é bom saber que somos entendidos... como é bom saber que temos quem nos ajude a perceber o que nos rodeia... como é bom saber que temos quem nos aconselhe... COMO É BOM TER AMIGOS... como é bom saber que independentemente da situação e do momento eles estão lá... Hoje sinto-me feliz... sinto-me feliz só porque sei que tenho amigos... a vida nem sempre é fácil e são tantos os obstáculos que temos que ultrapassar, são tantas as decisões que temos que tomar... os meus problemas comparados com os de outros certamente não são nada, mas para mim são muito e os últimos dias não têm sido fáceis... não consigo encontrar a Di, aquela Di que adora rir, que ri por tudo e por nada... anda atarefada à procura de respostas... não me perguntem porquê, pois não sei responder... quero acreditar que é uma fase menos boa, quero acreditar que vou tomar as decisões certas, quero acreditar em mim e nos outros... só quero ser FELIZ... e hoje sou feliz porque sei que tenho amigos... Obrigada a todos os meus amigos por me ouvirem... e obrigada a vocês as duas em especial... vocês sabem quem são :)

segunda-feira, março 20, 2006

Há dias assim...

Há dias que nos deitamos sem estrelas no céu e acordamos com o sol escondido por entre as nuvens cinzentas... Há dias em que o cinzento do céu está para além dos horizontes... para além das nossas forças... Há dias tristes... Há dias difíceis... Há dias em que tudo parece impossível... Há dias onde quase tudo parece negativo, onde quase tudo nos parece fugir por entre as mãos... Há dias em que as perguntas são muitas e as respostas não as encontramos... Há dias em que só queremos desaparecer... Há dias que duram e duram e duram... parecem nunca mais ter fim... vem novamente a noite e as estrelas continuam escondidas... chega o dia e nada do sol brilhar... Há dias assim, por uma ou por outra razão, não conseguimos ser nós mesmos... rir e sorrir por tudo e por nada...

domingo, março 05, 2006

Di em Bergamo :)


A primeira de muitas viagens a Itália :)Pelo menos é o que eu espero, pois será sinal de que tudo vai correr bem :)

terça-feira, fevereiro 28, 2006

PORQUÊ?????

Porque é que as pessoas mentem, enganam, escondem, omitem... cada vez me desiludo mais... Sinto-me traída, enganada... sinto que não posso confiar...

quinta-feira, fevereiro 23, 2006

O que fazer???

Quero esquecer, mas quero guardar para sempre... quero ultrapassar, mas não deixar passar... quero continuar, mas não abandonar... quero ser feliz, mas não voltar a sofrer...
Não sei o que fazer, tenho a cabeça e o coração ás voltas. Não sei como agir, não sei o que dizer... não sei quando fazer e quando dizer! Sinto-me perdida nos pensamentos e nas acções! Tenho medo de voltar a acreditar... pensava que não ia ter mais dúvidas, que estava preparada para enfrentar tudo e todos os sentimentos... pensava que já tinha passado por tudo, que já nada de novo ia ter que enfrentar, mas continuo a aprender... cada situação é uma situação... e agora o que fazer, como agir???
Quero ultrapassar o passado, sem o esquecer (fará isto sentido?) Não o quero apagar da memória, faz parte de mim, fez-me chorar, mas também rir... Quero apenas continuar, agarrar o presente e o futuro... viver a vida... mas como sei que estou a agir bem? Não sei... esse é o problema...

sexta-feira, fevereiro 17, 2006

Brigada :)

"Em qualquer lugar, por entre olhares estranhos, estendo a minha mão e caminho a teu lado com um sorriso...SEMPRE!"
Não consegui resitir em mostrar-vos isto... foi uma mensagem que uma grande amiga minha me enviou... até as lágrimas me vieram aos olhos... É por coisas como estas que continuo a acreditar na vida, na amizade, nos verdadeiros amigos... não preciso de ter muitos, basta serem como ela :) A ela e a todos que se lembraram de mim no dia em que cresci mais um bocadinho muito obrigada :)

quarta-feira, fevereiro 15, 2006

Sexo Oposto

Acordo bem cedo... espera-me uma longa viagem até ao trabalho, onde passo todo o dia... o regresso é feito já de noite... e todos os dias faço a viagem de ida na companhia da RFM... é verdade, descobri o passatempo "Sexo Oposto", que tal como o nome indica coloca em disputa uma homem e uma mulher... Cada um tem que responder a três perguntas sobre o sexo oposto... é um passatempo divertido e que faz com que esqueçamos o trânsito :) Aconselho a todos ouvirem... e claro, que ganhem as mulheres :)

segunda-feira, fevereiro 06, 2006

... :)

Sinto-me bem, sinto-me mais leve, sinto-me capaz de lutar e vencer... Sinto-me outra, cansada, mas mais feliz... nunca pensei que houvesse tantas pessoas más no mundo, mas sinto-me feliz por aos poucos estar a ultrapassar tudo e a construir uma nova vida... Uma vida mais leve, mas sem esquecer os bons amigos, aqueles que estão sempre presente quando eu preciso, aqueles que mesmo a kilómetros de distância não me esquecem, aqueles que têm sempre uma palavra e ombro amigo, aqueles que me fazem sorrir e rir, mas que me deixam chorar quando preciso... Eles sabem quem são... e porque eu gosto muito deles, deixo-lhes uma homenagem... Obrigada por serem meus amigos, por me aturarem e por não me abandonarem...

quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Devagar...devagar...

Devagar se vai ao longe... É verdade... é preciso é não deixar de acreditar... foi difícil, mas nunca deixei de o fazer, e continuo a acreditar num futuro bom, cheio de coisas boas, a fazer o que gosto e ao lado de quem gosto... tudo ficou mais fácil quando arranjei emprego... ganhei novas forças... posso não estar a fazer aquilo que de facto queria, mas pelo menos é na área da comunicação... estou numa empresa sólida e a trabalhar com coisas interessantes... tenho que agradecer a todos que nunca deixaram de acreditar em mim e no meu italiano :)Sim, vou ser a responsável pela comunicação com o mercado italiano... e até já vou a Itália em representação da empresa :)

segunda-feira, janeiro 30, 2006

Tudo mudou...

Hoje foi o primeiro dia do resto da minha vida... foi pelo menos um passo em frente, uma mudança na minha vida, no meu dia-a-dia... Cheguei 10 minutos antes da hora... estava nervosa, não sabia o que me esperava... Serão simpáticos? Será que vão receber-me bem? Será que vou gostar? Estas foram perguntas que me fizeram companhia na viagem... parecia que nunca mais chegava ao destino... Passar por tudo novamente, integrar-me no seio de uma equipa já há muito constituída, esse é o medo que tenho que enfrentar! No fundo sou uma estranha, uma estranha que vai ter que conquistar uma posição... não vai ser de um dia para o outro, mas vou conseguir... o saldo do primeiro dia é positivo, foram todos simpáticos :)

quinta-feira, janeiro 26, 2006

A confusão é grande...

São tantos os sentimentos, todos juntos e à flor da pele...há dias que acorda e nem da cama lhe apetece sair...há outros em que a força supera tudo...passa horas a recordar o passado, a lamentar o que fez sem lhe ter sido dado o reconhecimento, a lamentar o que não fez para depois tudo acabar como acabou...mas o importante é que dia após dia está a superar e a ultrapassar tudo...a esquecer o mau e a guardar para sempre o bom...Devagar se vai ao longe e dia a dia tudo vai ficando melhor...não se pode desligar o botão do nosso coração e apagar o que não queremos recordar de uma hora para a outra, mas aos poucos tudo conseguimos...é preciso acreditar!

segunda-feira, janeiro 23, 2006

As mudanças começam a sentir-se...

Depois de muito tempo afastada do mundo, da vida, do mundo da blogosfera, decidi voltar... Achei que estava a precisar de mudar...decidi mudar em relação a muitas coisas... decidi encarar a vida de uma outra forma...decidi pensar nas pessoas que me rodeiam de outra maneira... estou com mais força...para lutar, para vencer...Dizem que quando mudámos de visual sentimo-nos mais fortes... eu acredito nisso... a decoração do blog é apenas uma das muitas mudanças que decidi fazer... Espero que gostem do meu novo cantinho... Confesso que não consegui fazer tudo sozinha, foi demasiado complicado...Tenho que agradecer a uma amiga muito especial... Foi ela quem criou o primeiro cantinho e ajudou a desenvolver este. Obrigada amiga!

quinta-feira, janeiro 19, 2006

Com os erros aprendemos!!!

Perdida nos pensamentos, perdida na vida...sem rumo, sem saber o que fazer, sem saber para onde ir, sem saber se gritava, se chorava...foi assim que ela se sentiu...de um dia para o outro o mundo desabou e tudo em que ela acreditava pareceu desaparecer...mas um dia acordou e percebeu que a vida tem a valor, tal como ela tem valor para a vida...quem pensa o contrário está de facto enganado...aos poucos vai voltar a ser quem era!!!

Caíu, magoou-se, mas está a recuperar!

"Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começas a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. Acabas por aceitar as derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprendes a construir todas as tuas estradas de hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de algum tempo aprendes que o sol queima se te expuseres a ele por muito tempo. Aprendes que não importa o quanto tu te importas, simplesmente porque algumas pessoas não se importam... E aceitas que apesar da bondade que reside numa pessoa, ela poderá ferir-te de vez em quando e precisas perdoá-la por isso. Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais. Descobres que se leva anos para se construir a confiança e apenas segundos para destruí-la, e que poderás fazer coisas das quais te arrependerás para o resto da vida. Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que tens na vida, mas quem tens na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprendes que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebes que o teu melhor amigo e tu podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobres que as pessoas com quem tu mais te importas são tiradas da tua vida muito depressa, por isso devemos sempre despedir-nos das pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Aprendes que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começas a aprender que não te deves comparar com os outros, mas com o melhor que podes ser. Descobres que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que se quer ser, e que o tempo é curto. Aprendes que, ou controlas os teus actos ou eles te controlarão e que ser flexível nem sempre significa ser fraco ou não ter personalidade,pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação,existem sempre os dois lados.
Aprendes que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer enfrentando as consequências.Aprendes que paciência requer muita prática. Descobres que algumas vezes a pessoa que esperas que te empurre, quando cais, é uma das poucas que te ajuda a levantar. Aprendes que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que tiveste e o que aprendeste com elas do que com quantos aniversários já comemoraste. Aprendes que há mais dos teus pais em ti do que supunhas. Aprendes que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são disparates, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprendes que quando estás com raiva tens o direito de estar com raiva,mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobres que só porque alguém não te ama da forma que desejas, não significa que esse alguém não te ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes tens que aprender a perdoar-te a ti mesmo. Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, poderás ser em algum momento condenado. Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que tu o consertes. Aprendes que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, planta o teu jardim e decora a tua alma, ao invés de esperares que alguém te traga flores. E aprendes que realmente podes suportar mais... que és realmente forte, e que podes ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que tu tens valor diante da vida! As nossas dádivas são traidoras e fazem-nos perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar."

William Shakespeare

quarta-feira, novembro 23, 2005

Foi lindo :) Quero lá voltar :)




Esta é apenas uma das muitas fotos que tirei na minha pequena, mas magnífica visita a Londres... O filme "Nothing Hill" é um dos meus favoritos, logo não podia ter deixado de lá passar para conhecer... É tal e qual como no filme, as casinhas de todas as cores, as ruas aconchegantes...e a livraria? Linda, acolhedora, magnífica...Só faltou mesmo o Hugh Grant :)
A cidade conquistou-me completamente, é tudo lindo com a excepção do frio que se faz sentir... Adorei os Pubs, as ruas, as casas, as luzes, os mercadinhos que se viam por todo o lado...ou seja, adorei tudo :) Na companhia de um menino um bocadinho chato, mas engraçado :) e desta menina que já é mais londrina que aveirense :) passei belos momentos, apesar de ter ficado completamente de rastos... mas valeu a pena por tudo :)A eles desejo a continuação de uma boa estadia em Londres e prometo fazer mais visitas :) Volto para os Saldos ;)

quinta-feira, novembro 17, 2005

Está Quase na Hora :)

Hoje de manhã saí muito cedo
Hoje de manhã saí muito cedo,
Por ter acordado ainda mais cedo
E não ter nada que quisesse fazer...
Não sabia que caminho tomar
Mas o vento soprava forte, varria para um lado,
E segui o caminho para onde o vento me soprava nas costas.
Assim tem sido sempre a minha vida, e
Assim quero que possa ser sempre
Vou onde o vento me leva e não me
Sinto pensar.

Alberto Caeiro


E eu vou :) Já faltam apenas umas horas :) Pareço uma criança perante uma grande novidade... Um friozinho dentro da barriga... bbbbbbrrrrrrrr.... Nunca mais chega a hora, logo hoje o relógio parece andar mais devagarinho, ou será impressão minha? Acho que é isso... a vontade em sair daqui é tão grande que parece que nunca mais chega a hora de agarrar a minha mala e esquecer que existe relógio, horários a cumprir e voar em busca de um fim-semana diferente :) Hoje volto a ser aquela Di aventureira que andava um bocadito desaparecida :) É tão bom sentir-me assim...